PATRÍCIA LUIZA PRIGOL

Auxiliando as pessoas na aquisição da autonomia necessária para gerir e administrar a sua vida de modo independente e autônomo.

A PSICÓLOGA

Olá! Seja bem-vindo ao site. Sou a psicóloga Patrícia Luiza Prigol. 

Iniciei minhas atividades profissionais em 1998. Concluí minha graduação em Psicologia na Universidade de Caxias do Sul - RS, em dezembro de 1997. Todos os meus estudos e minha prática se fundamentaram inicialmente nos conhecimentos da Psicanálise Freudiana e Lacaniana. Desta forma, a espinha dorsal de todo o meu trabalho continua sendo a psicanálise, entendendo que a teoria psicanalítica trouxe excelentes e decisivas contribuições para a Psicologia Clínica. Partindo de uma psicoterapia de orientação psicanalítica, busquei novos conhecimentos e novas ferramentas terapêuticas com o passar do tempo, percorrendo a linha sistêmica familiar, a gestalt-terapia, entre outras linhas de trabalho. De tudo, permaneceram três pontos essenciais que dão suporte e fundamentação à minha práxis terapêutica: a base para compreensão da estrutura psíquica e seu funcionamento dinâmico continua sendo a Psicanálise Contemporânea. Porém, a visão e compreensão do sujeito inserido e constituído num contexto sociocultural vêm da linha sistêmica familiar. E a premissa básica de todo o meu trabalho é o enfoque humanista-existencialista. Nesta trajetória de conhecimentos e experiência profissional, tornei-me uma psicóloga da linha da Psicologia Integrativa. 

Ou seja, minha linha de trabalho encontra-se ao lado da Psicanálise e ao lado das Psicoterapias Comportamentais. Minha abordagem terapêutica, abordagem humanista, destaca que o ser humano possui em si uma força autorrealizadora, levando-o ao desenvolvimento de uma personalidade criativa e saudável (se estimulado adequadamente). Portanto, o enfoque é humanístico: considera-se o homem um SER dotado de potencialidades e em constante processo de construção, detentor de liberdade e poder de escolha. O objetivo em todo processo psicoterápico é auxiliar as pessoas na aquisição da autonomia necessária para gerir e administrar a sua vida de modo independente e autônomo, mantendo obviamente relações de interdependência, reconhecendo em si a responsabilidade que está inserida em todas as suas escolhas e na forma como conduz sua vida. Minha prática profissional é sempre transdisciplinar. Com isso, o exercício da minha profissão está fundamentado na premente exigência de consagrar o diálogo entre os vários campos do saber em constante busca de compreensão da complexidade humana. Sendo assim, as parcerias profissionais são preservadas para dar maior suporte à prática transdisciplinar.                                                                 

SERVIÇOS

Conheça as diversas atividades desenvolvidas por mim:

Avaliação Psicológica

Psicoterapia Individual

Terapia de Casal

Terapia Familiar

Intervenções em Crises Situacionais
(Perdas, separações, morte, adoecimento, internações)

Intervenções em Crises Vitais
(Crises de identidade profissional, identidade psicossexual, crises da meia-idade, síndrome do “ninho vazio” e crises existenciais).

Preparação para Aposentadoria

Orientação e Re-Orientação Profissional
(escolha profissional, inserção no mercado de trabalho, mudança de emprego e/ou dissolução societária)

Grupos de Autoajuda e Grupos Temáticos
(Os chamados “grupos operativos”)

Palestras

Atendimento Online
(via Skype)

Atendimento domiciliar, quando necessário

Participação em entrevistas de Rádio, Televisão e Jornais

ATENDIMENTO VIA SKYPE

O BEM-ESTAR AO SEU ALCANCE!
Quer comodidade ou não tem tempo de ir até nosso consultório?
Você pode fazer sua sessão de onde quiser!
 
O atendimento online já é uma realidade.
Neste vídeo explico melhor como funciona.
Para mais informações, entre em contato comigo:
telefone/whats (54) 981218088.
 Atendimento personalizado via Skype
 Ajudamos você a solucionar conflitos em um ambiente seguro e sigiloso.
Solicite seu atendimento falando diretamente conosco.

CANAL DO YOUTUBE

Patrícia Luiza Prigol

 C O N H E Ç A

Apresentação do canal com Patrícia Luiza Prigol

CONHEÇA ALGUNS VÍDEOS

Qualidade de Vida

Entrevista na CNT TV sobre o suicídio

O vínculo simbiótico que aos poucos se desfaz

A culpa pelo afastamento (contato zero)

O incesto emocional

O incesto emocional

A patologia do vínculo com a mãe narcisista

O pai omisso na dinâmica com a mãe narcisista

Como lidar com a dinâmica familiar narcisista

Relação Pais e Filhos

Medos Paralisantes - Mecanismos Autossabotadores

Grupo Temático: Medos Paralisantes

Grupoterapia: Medo da Mudança

Livre-se da Dona Encrenca

Desnutrição afetiva: de quem é a culpa?

Pronunciamento do Presidente da República do Brasil em 24/03/2020

Comunicação assertiva na quarentena e no combate ao Covid-19 - 08/04/2020

Relações Tóxicas; Abusivas.
De quem é a "culpa"?

CONHEÇA ALGUMAS PALESTRAS

Síndrome de Burnout
Perdas Necessárias

“O corpo não é uma máquina como nos diz a ciência.
Nem uma culpa como nos fez crer a religião. O corpo é uma festa."

Eduardo Galeano

AGENDA

Janeiro/2021

Vamos refletir sobre autocuidado emocional?

Escolhemos como palavra-chave "mudança" para falar do autocuidado emocional. Ou seja, é preciso "virar a chave" e entender que somos responsáveis pela condução da nossa vida.
Assim, mais do que tomar decisões acertadas, precisamos saber que temos esse poder de decidir e "tomar as rédeas" da nossa própria existência. Mais uma vez, aqui entra o amor-próprio. Pratique o autoperdão, procure entender as experiências já vividas, pratique atividades leves que possam ser prazerosas como brincar com crianças ou com seu pet, uma corrida ou caminhada "para esvaziar a mente" e, sempre que possível, faça um detox digital. Afinal, como diz Vitor Frankl: "O ser humano não é completamente condicionado e definido. Ele define a si próprio seja cedendo às circunstâncias, seja se insurgindo diante delas. Em outras palavras, o ser humano é, essencialmente, dotado de livre-arbítrio. Ele não existe simplesmente, mas sempre decide como será sua existência, o que ele se tornará no momento seguinte."

#saúdemental #saudeemocional #autocuidado

Janeiro/2021

Aceitação

Hoje vamos propor uma reflexão sobre o autocuidado no aspecto físico. Não cabe aqui ditarmos regras, mas propomos que cada um descubra o caminho para o autocuidado a partir do amor próprio. Quem se ama, se respeita e dessa forma aprende a conhecer e aceitar o próprio corpo e respeitar os limites dele. A palavra chave aqui é aceitação. Aprenda a aceitar seu corpo e dar a ele tudo que merece: horas apropriadas de descanso, atividade física prazerosa, alimentação nutritiva e saudável, acompanhamento médico. Acrescentamos um trecho do texto Janela sobre o Corpo, de Eduardo Galeano, para reflexão. Conta pra gente o que você pretende fazer em 2020 para reforçar seu autocuidado nesse quisito. #autocuidado #autoamor #seucorposuacasa

Janeiro/2021

Começando o Ano

E que tal começar o ano relembrando a importância do autocuidado? Sim, aquele carinho que temos por nós mesmos. Autocuidado não é apenas cuidar da saúde física e mental. Ele engloba inúmeros aspectos da nossa vida cotidiana. Neste mês vamos detalhar o tema pois certamente cuidar de si mesmo é uma ótima maneira de se manter bem nos próximos meses. Me conta quais atitudes da sua rotina você considera que sejam um reforço de autocuidado. :) #autocuidado

Fique atento, nossa agenda está sempre sendo atualizada.

#sejafeliz